MADRI

Madri Passagens Aereas Hoteis Seguro Viagem Turismo

Tudo para quem vai viajar para Madri (Madrid)!

 

 

Madri (Madrid) - Espanha

   

Madri Espanha

A capital espanhola encanta por seu charme. Em cada rua estreita do centro de Madri existe um bom programa, sejam as galerias de arte ou os aconchegantes cafés. As grandes avenidas abrigam edifícios de arquitetura majestosa - que escondem muitas histórias - ou prédios envidraçados, como em qualquer grande metrópole. Essa dualidade faz da cidade um curioso lugar, em que os cidadãos brigam para descobrir uma identidade. Talvez o futebol? O estádio do Real Madrid, com sua galeria de troféus, é um dos símbolos da capital e motivo de orgulho para os madrilenos.

Para desvendar os segredos de Madri, nada melhor do que caminhar. Por isso, tênis nos pés e um dicionário no bolso, para aqueles que não falam espanhol. Apesar de ter uma vasta e ótima rede de metrô, vale a pena sair a pé, mesmo que sem destino certo, pela cidade. Quanto à língua, nada de arriscar um "portunhol", que pode render algumas gafes. Não se acanhe em perguntar às pessoas onde ir. Em português mesmo e, quando a comunicação falhar, mímica e dicionário já resolvem o problema.

O roteiro pode começar pelo Paseo del Prado, uma avenida arborizada e agradável que é a ligação entre os três principais museus de Madri: Prado, Thyssen-Bornemisza e Reina Sofía - onde está a mais famosa obra de Pablo Picasso, a Guernica. Em frente ao Prado fica o Jardim Botânico, que também vale uma visita. O local é uma ótima opção para relaxar e descansar os pés, já que o imenso e labiríntico Museu do Prado suga as energias de qualquer andarilho.

O Paseo del Prado encontra a Plaza de Cibeles, que abriga a fonte mais famosa de Madri. Além da imponente escultura que mostra a deusa Cibele em um carro puxado por leões, os turistas também podem admirar belas construções do século 19, como o Palacio de Comunicaciones e o Museo Naval. Paralelamente ao Paseo del Prado está o Parque del Retiro, que é atração imperdível. O ideal é visitar o parque pela manhã ou no final da tarde e lá fazer um lanche ou até mesmo um piquenique.

O espaço verde é ocupado por alguns artistas, que aproveitam a tranqüilidade do parque para pintar. Outros preferem a música e sacam seus instrumentos para encher o local com diferentes sons e ritmos. Uma caminhada no Retiro dá a sensação de estar em algum filme, tão grande é o estranhamento que a cena bucólica causa em meio a uma metrópole. O Parque del Retiro abriga o Palacio de Cristal, uma construção de ferro e vidro, cuja estrutura é refletida em um lago. Lá ocorrem exposições de diversos artistas contemporâneos espanhóis.

Reserve um tempo para conhecer o Hotel Ritz de Madri, na Plaza de la Lealtad. Inaugurado em 1910, é freqüentado pela realeza espanhola e possui uma bela arquitetura. À tarde, o saguão fica lotado de visitantes que encontram os amigos para um café.

Depois de tanta caminhada, nada como descansar e provar a deliciosa culinária espanhola. Para começar, um petisco. Ainda na mesma região do Paseo del Prado está o tradicional Café Gijón (Paseo de Recoletos, 21). Fundado em 1888, é notório por ser um porto de artistas. Roda de amigos, leitores solitários, casais apaixonados. Há lugar para todos que gostam de arte e de tapas, as famosas porções, que vão muito bem com uma cerveja ou com um bom vinho. A refeição é um momento sagrado para os espanhóis. Em qualquer restaurante o turista estará bem servido. Eles prezam o ritual vinho, entrada, prato principal, sobremesa e café.

 

   

 

www.madri.guide.com.br